Arquivo da categoria: Direito da Família

O melhor vídeo da Pixar!

pixar

Eu já era fã dos produtos da Pixar, agora fiquei fã da empresa também! 😉

Esse post complementa o anterior, é outro filme lindo com uma mensagem fantástica!

Deixe um comentário

Arquivado em Direito da Família

It’s gotten better

It gets better” é um projeto norte americano criado para mostrar aos jovens GLS o potencial e o nível de felicidade que suas vidas podem alcançar se eles conseguirem ultrapassar a fase da adolescência, considerada a pior, não apenas pelo “bullying”muitas vezes sofrido, mas também – e principalmente – pelo própria afirmação de sua sexualidade perante eles mesmos e não apenas perante pais, familiares e amigos.

Pois no final das contas a verdade é que – salvo em casos tristemente patológicos – os pais, a família e os amigos desejam ter ao seu lado uma pessoa realizada e, sobretudo, feliz.

Assim, mesmo que num primeiro momento possa ser complicado ou por vezes dramático, “it gets better” com o passar do tempo. E o tempo também ajuda o mundo a melhorar (dê uma espiada na timeline do projeto).

Esse projeto é muito bacana e ajuda todos nós. Uma iniciativa imensamente humana, necessária e corajosa. Para nós advogados que trabalhamos com uma matéria demasiada humana que é a afirmação da igualdade, mister que se tenha toda a informação e esclarecimento possíveis. Por isso impossível não apoiar uma iniciativa dessas.

Quer participar? Quer saber mais? Acesse aqui

No BRASIL há um vídeo formidável chamado “Não gosto dos meninos – histórias que gostaríamos de ter visto antes” que, como o próprio nome diz, traz diversas histórias de brasileiros gays, bi, trans ou “qualquer outra sigla que tenta definir o que não precisa definição”, com uma abordagem simples, franca, direta, honesta, positiva, forte e bonita. Ensina muito mais que qualquer “kit-gay” preparado pelo Governo Federal e de uma forma muito mais natural.

É, o mundo pode ser melhor e todos podemos – e devemos – participar dessa transformação.

“não gosto dos meninos” from mirada on Vimeo.

Quer ler mais sobre o assunto? Indico um ótimo texto do blog Unbreakers

1 comentário

Arquivado em Direito da Família